English Portuguese Spanish

Criada e instalada segundo as Leis Estaduais (SP) nº 7.663/91 e nº 10.020/98
Entidade Delegatária das funções de Agência de Água, conforme primeiro termo aditivo do Contrato de Gestão nº 033/2020/ANA.

IMAGEM DESTACADA rio Jundiaí

Comitês PCJ promovem 3º Webinar “Conversando sobre o Rio Jundiaí”

Tema escolhido é “A importância do patrimônio histórico e cultural para a efetivação do enquadramento do Rio Jundiaí”

A Câmara Técnica de Outorgas e Licenças (CT-OL) dos Comitês PCJ e o seu Grupo de Trabalho de Enquadramento dos Corpos d’água realizarão o 3º Webinar “Conversando sobre o Rio Jundiaí” – Edição 2022 na próxima sexta-feira, dia 23 de setembro, das 14h às 17h.  O tema escolhido é “A importância do patrimônio histórico e cultural para a efetivação do enquadramento do Rio Jundiaí”.

O webinário é realizado anualmente no mês de setembro, em data que se comemora o Dia do Rio Jundiaí (23/09), e tem como principal proposta divulgar ações do programa de efetivação do enquadramento do Rio Jundiaí, de modo a sensibilizar os atores sociais da bacia do Rio Jundiaí a agirem de modo articulado e integrado, com foco nesta efetivação.

Nesta 3ª edição, serão apresentadas, em uma roda de conversa, atividades realizadas durante os meses de agosto e setembro de 2022, as quais fortalecem a visão da efetivação do enquadramento do Rio Jundiaí como um patrimônio histórico e cultural da região.

Para participar é necessário realizar inscrição pelo link: https://bit.ly./Inscricao_CT-OL  Os inscritos receberão o link para acesso a transmissão pelo YouTube ao final do preenchimento do formulário. Dúvidas sobre o evento podem ser encaminhadas para a coordenação da CT-OL, através do e-mail: ctol@comites.baciaspcj.org.br.

DESPOLUIÇÃO

O Rio Jundiaí tornou-se o primeiro do país a ser reenquadrado – de classe 4 para classe 3 – pelo Conselho de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo (CRH). Com essa medida, suas águas podem ser utilizadas para consumo humano, após tratamento, ao longo de todo o trajeto de 123 km, cortando oito municípios. O último trecho do rio, de 56 km, foi reenquadrado em 2016, o que ajudou a diminuir o grave problema de abastecimento de água da cidade de Salto e região.

Em 1977, o Rio Jundiaí foi enquadrado na classe 4, a mais grave da classificação, indicando que suas águas não poderiam ser captadas para tratamento e sequer para uso industrial. O Jundiaí é um dos maiores afluentes do rio Tietê e, por décadas, recebeu milhares de toneladas de esgotos e resíduos industriais, lançados em diversos pontos, porque banha uma região altamente urbanizada e uma das mais industrializadas do Estado de São Paulo.

O ponto central para a descontaminação foi a construção de estações de tratamento de esgoto nos municípios de Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Itupeva, com recursos estaduais, federais, municipais e da cobrança pelo uso dos recursos hídricos.

Tags

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support