English Portuguese Spanish

Criada e instalada segundo as Leis Estaduais (SP) nº 7.663/91 e nº 10.020/98
Entidade Delegatária das funções de Agência de Água, conforme primeiro termo aditivo do Contrato de Gestão nº 033/2020/ANA.

id888-3-1

BARJAS NEGRI É REELEITO PRESIDENTE DOS COMITÊS PCJ

Prefeito de Piracicaba foi escolhido por aclamação durante plenária dos Comitês PCJ, parlamento das águas nas Bacias PCJ, nesta sexta-feira (28.06.2019)

O prefeito de Piracicaba, Barjas Negri, foi reeleito presidente dos Comitês PCJ, para o mandato de 2019 a 2021. A votação, por unanimidade, ocorreu na manhã desta sexta-feira, dia 28, durante a 23ª Reunião Ordinária dos Comitês PCJ, na Fumep (Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba). O encontro contou com a participação de cerca de 150 pessoas. Além da eleição da diretoria, houve a posse dos membros eleitos da sociedade civil (usuários de recursos hídricos e organizações civis) e indicados pelos municípios e órgãos governamentais (estados e União).

Presidente dos Comitês PCJ desde março de 2017, Barjas Negri também esteve à frente da entidade entre 2009 e 2012. Em seu discurso após o resultado das eleições, conclamou a todos a trabalharem em conjunto em favor das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí.

“As ações dos próximos dois anos foram plantadas nos anos anteriores. Agradeço as críticas, sugestões e o apoio de todos, pois isso ajudou a melhorar o funcionamento dos Comitês”, afirmou Barjas Negri. “É fundamental o apoio da sociedade ao sugerir e, principalmente, fiscalizar nosso trabalho”, acrescentou.

Ele ainda citou o projeto de construção das duas barragens, em Pedreira e Amparo, como alternativa muito importante para crise hídrica em toda a região. “Se não fosse o trabalho dos Comitês, hoje não estaríamos com estas duas obras que devem melhorar a vazão do Rio Piracicaba e beneficiar toda a região. A previsão é que as duas barragens sejam finalizadas e entrem em funcionamento em 2021”, ressaltou o presidente dos Comitês PCJ.

O novo mandato dos membros e diretoria tem início nesta sexta-feira, 28 de junho de 2019, e vai até março de 2021. As eleições do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba e Jaguari (CBH-PJ1), que abrange a parcela mineira das Bacias, já foi realizada em 2018. Nesta plenária, o comitê mineiro indicou seus membros para o comitê federal.

Além de Barjas Negri, eleito para presidir o CBH-PCJ e o PCJ FEDERAL, a diretoria ficou composta por Marco Antonio dos Santos, que continua como vice-presidente do CBH-PCJ e 2º vice-presidente do PCJ Federal, e Luiz Roberto Moretti, que já é o secretário-executivo dos Comitês PCJ desde abril de 2018. O primeiro vice-presidente do PCJ FEDERAL é José Maria do Couto, que também é presidente do CBH-PJ1. Como secretário-executivo adjunto do CBH-PCJ, foi eleito André Navarro. O secretário-executivo do CBH-PJ1 é Sidney José da Rosa.

Além das diretorias do CBH-PCJ e PCJ Federal e Secretaria Executiva dos Comitês, membros de cada um dos três segmentos que integram a entidade – órgãos de governo (estado e União), municípios e sociedade civil (usuários de recursos hídricos e organizações civis)– escolheram os representantes dos municípios paulistas no CRH-SP (Conselho Estadual de Recursos Hídricos) e CMC-SP (Conselho Estadual de Mudanças Climáticas).

Também foram indicados representantes dos Comitês PCJ nos Fóruns Paulista e Nacional de Comitês de Bacias e na Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (Rebob), além de eleitos representantes que compõem a Câmara Técnica de Planejamento (CT-PL). A CT-PL atua como instância preliminar dos Comitês PCJ para apreciar programas de ação e financiamentos de interesse regional e propor aos plenários a priorização de projetos e obras, além de integrar e articular as ações das demais Câmaras Técnicas, bem como a de consolidar propostas dessas Câmaras a serem submetidas aos Plenários dos Comitês PCJ.

SOBRE OS COMITÊS PCJ

Os três colegiados que formam os Comitês PCJ – o Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CBH-PCJ), o Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ FEDERAL) e o Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba-Jaguari (CBH-PJ1) — são as instâncias máximas para a tomada de decisões sobre a gestão de recursos hídricos nas Bacias PCJ, com diretorias integradas. Entre outras funções, a Agência das Bacias PCJ atua como braço-executivo dos Comitês PCJ e foi criada em novembro de 2009.

O comitê paulista (CBH-PCJ) completará 26 anos de instalação em novembro. Em março, o comitê federal completou 16 anos e o mineiro (CBH-PJ1), 11 anos. Os Comitês PCJ abrangem 71 municípios (66 paulistas e cinco mineiros) e são compostos por representantes dos Governos Federal, dos Estados de São Paulo e de Minas Gerais, dos municípios, usuários dos recursos hídricos e das organizações civis.

Sua gestão é descentralizada e participativa, e busca a convergência das decisões desses colegiados como forma de garantir o desenvolvimento e a continuidade da gestão dos recursos hídricos nas Bacias PCJ. A região das Bacias PCJ é formada por cerca de 5,7 milhões de habitantes e responde por cerca de 5% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro e 14% do PIB do estado de São Paulo.

DIRETORIA ELEITA DOS COMITÊS PCJ

Presidente do CBH-PCJ e do PCJ FEDERAL: Barjas Negri, Prefeito de Piracicaba;

Presidente do CBH-PJ1 e 1º vice-presidente do PCJ FEDERAL: José Maria do Couto, representante do Sindicato de Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Materiais Elétricos de Cambuí, Camanducaia, Extrema e Itapeva (Sinmec);

Vice-presidente do CBH-PCJ e 2º Vice-presidente do PCJ FEDERAL: Marco Antonio dos Santos, representante da Associação Nacional dos Serviços Municipais de Saneamento(Assemae);

Secretário-executivo do CBH-PCJ e do PCJ FEDERAL: Luiz Roberto Moretti, representante da Secretaria da Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo;

Secretário-executivo adjunto do CBH-PCJ: André Navarro, representante da Secretaria da Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo;

Secretário-executivo do CBH-PJ1: Sidney José da Rosa, representante da Associação de Agricultura Orgânica e Biodinâmica Serras de Santana (Bioss);

Secretária-executiva adjunta do CBH-PJ1: Laene Fonseca Vilas Boa, representando a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG).

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE OS COMITÊS PCJ: www.comitespcj.org.br

INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA: Assessoria de Comunicação da Agência das Bacias PCJ

E-mail: comunicapcj@agencia.baciaspcj.org.br / Telefone: (19) 3437-2102

Tags

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support