ANTICORRUPÇÃO​

Itens de divulgação GRI reportados neste capítulo: 205-Anticorrupção, 205-2
Foco de atuação: Conduta ética nos relacionamentos com os stakeholders

A3Panticorrupção
A3PanticorrupçãoMOBILE

A incorporação de modelos de gestão e responsabilidade social incluindo controle e programas anticorrupção mostra-se premente para as atividades empresariais de um modo geral. Nesse sentido, considerando o atual contexto político e econômico brasileiro, a Agência das Bacias PCJ não pode ficar de fora desses mecanismos. Maximizar os resultados a partir dos recursos finitos da cobrança pelo uso dos recursos hídricos, buscando zelo pelo econômico, deve sempre ser priorizado pela instituição.”

Rodrigo Sanches Garcia,​

Promotor de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (GAEMA/PCJ – Campinas), do Ministério Público do Estado de São Paulo

CULTURA ORIENTADA
PELA ÉTICA

N ão é novidade dizer que a prática da corrupção traz impactos negativos às organizações e à sociedade em geral. Assim, os mercados, normas internacionais e os stakeholders esperam que as organizações atuem em consonância com a integridade, a governança e com responsabilidade social.

A Agência das Bacias PCJ repudia qualquer ato de corrupção e direciona toda a sua cultura organizacional pelo Código de Ética da instituição. O documento expressa o compromisso da instituição com princípios éticos, materializando os valores que devem nortear os relacionamentos e orientar o cumprimento de sua missão. O instrumento também corrobora a atuação da instituição em consonância com sua visão de futuro de ser reconhecida pela sociedade por sua eficiência e eficácia na construção de soluções para as políticas de recursos hídricos, contribuindo para a melhoria de qualidade de vida.

Código de Ética

Finalizado e apresentado aos colaboradores da Agência das Bacias PCJ em 2018, o Código de Ética foi divulgado aos públicos externos, aos membros dos Comitês PCJ e aos Conselhos da Agência das Bacias PCJ em 2019. A instituição está em processo de elaboração do Código de Conduta, que está sendo construído com a participação dos colaboradores, e deve ser concluído em 2020. O novo documento terá conteúdo pertinente à execução do Código de Ética.

100% dos processos licitatórios e contratos com fornecedores possuem cláusulas que determinam o compromisso em seguir o Código de Ética da Agência das Bacias PCJ.

Endosso a iniciativas externas

Desde 2018, a Agência das Bacias PCJ é signatária do Pacto Global, uma iniciativa criada pelo ex-secretário-geral da ONU, Kofi Annan, com o objetivo de mobilizar a comunidade empresarial mundial, em suas práticas de negócios, para a adoção de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção, refletidos em 10 princípios. Os integrantes do Pacto assumem também a responsabilidade de contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são o principal pilar da Agenda 2030, aprovada por consenso pelos 193 países membros das Nações Unidas em 2015.

Ao se tornar signatária do Pacto Global, a Agência das Bacias PCJ reforça seu compromisso com a ética nos relacionamentos e com a transparência em sua atuação.

Comitê de Ética

O Comitê de Ética da Agência das Bacias PCJ, constituído em 2019, é a instância consultiva que orienta sobre conduta ética nas ações e relações da instituição.